terça-feira, 22 de novembro de 2011

Advento


Olá malta!
Já estamos na contagem decrescente para o inicio do Advento. É já este Domingo que começa um novo ano litúrgico e a nossa preparação para o Natal, este tempo de oportunidade que nos é oferecido para fazer (começar e continuar) um caminho de crescimento e interioridade.



Este ano sugerimos umas velas especiais!!! Há uma para cada Domingo do Advento e estão inspiradas no Evangelho desse dia. São quatro pistas muito interessantes para o nosso caminho:

Desperta! Acorda! Abre os olhos!!! (Mc 13, 33-37) 
O mundo não precisa de mais sonâmbulos que vivam ao sabor da moda, do que é "politicamente correto", do que está bem visto,... há que tapar os ouvidos à canção de embalar do dinheiro, do consumismo, das prendas e abri-los bem para ouvir os gritos do mundo, as vozes que nos pedem ajuda, que pedem que sejamos o que somos verdadeiramente, a voz débil que nos chama da pequena gruta de Belém.

 Põe-te a caminho! Toca a mexer!  (Mc 1, 1-8)
Depois de ter os olhos, os ouvidos e o coração bem abertos, também é preciso abrir as mãos para pegar na vassoura e começar a varrer!!! Foi isso que fez João Batista: foi enviado para preparar o caminho a Jesus, limpar os caminhos e remover os principais obstáculos. Agora convida-nos a fazer o mesmo, pôr mãos à obra e começar a abrir caminho para Jesus, eliminar tudo o que nos impede acolhê-lo, o que nos estorva, o que nos tapa o caminho para a verdadeira felicidade. Somos chamados a pôr-nos a caminho dentro e fora: um caminho interior de preparação, purificação, aceitação, ... e um caminho exterior de luta pela justiça, denúncia e anúncio. 

Procura! Orienta-te! Não te percas!  (Jo 1, 6-8. 19-28)  
No nosso caminho encontramos muitas pessoas e acontecimentos que nos ajudam, nos indicam a melhor direção a seguir, são bússolas de grande utilidade (ou a voz irritante do GPS, numa versão mais moderna), sem as quais seria difícil chegar ao nosso destino. Mas atenção! Não podemos esquecer quem é o nosso Norte, a nossa verdadeira meta, a origem da nossa luz. Por isso João Batista indica-nos que a luz que tem foi-lhe dado por Jesus e convida-nos a acender a nossa vela na única chama que nos pode iluminar e aquecer de verdade. 

 Acolhe! Abraça! Abre o coração! (Lc 1, 26-38)
Aquele que nos deu a chama da nossa vida é também o combustível que nos mantém acesos e para isso há que acolhê-lo (de verdade!) nos nossos corações. Maria é um bom exemplo a seguir: sentiu a presença de Deus na sua vida, deixou-se questionar pelas suas perguntas, meditou-as e decidiu abrir definitivamente o coração a Jesus que a partir daí não deixou de aquecê-lo e reconfortá-lo. Abre as portas do teu interior a Jesus, porque só como Ele poderás abrir os braços para acolher e abraçar sem condições a todos os que vivem ao teu lado.


Esperamos que estas dicas nos ajudem a todos a viver de um modo especial este Advento!!! Também ficamos à espera dos vossos comentários, opiniões e dicas! Ah, outra coisa: ao clicar na imagem aqui em baixo poderás fazer download de uma pasta onde encontrarás uma série de imagens que te podem ajudar neste Advento. Serão especialmente úteis para a catequese com crianças, já que se podem colorir. Todas as imagens chamam muito à atenção e têm muito para nos dizer (há um documento com uma pequena explicação). Aproveitem! E cada um que acenda as suas velas!!!


Até breve!

3 comentários:

Fábio, "colorear" ou "colorir"?
Obrigado pelas dicas, gostei muito e já irá servir para fazer uma surpresa a alguém especial ;)

Querida Filipa
É bom saber que a malta está atenta ao blog.
Ficamos contentes de que possa ser útil para o vosso dia a dia.
Quanto à correção linguística, obrigado pela achega. É o que dá passar tanto tempo em Espanha.
beijinhos